Quem são os candidatos a prefeito de Joinville em 2020?

As eleições municipais de 2020 já estão marcadas para novembro e, mesmo adiada por conta da pandemia do novo coronavírus, a cidade de Joinville em Santa Catarina já conta com 17 possíveis nomes de pré-candidatos ao cargo de prefeito.

Se você quer ter um voto consciente em 2020 confia aqui quem são os candidatos a prefeito de Joinville e qual o diferencial e histórico político de cada um.

Possíveis Candidatos Prefeito Joinville 2020

Os partidos já decidiram alguns nomes para concorrer à Prefeitura de Joinville. Entretanto, nem todos ainda confirmaram na disputa, já que a candidatura oficial acontece somente em setembro de acordo com o calendário oficial do Supremo Tribunal Eleitoral.

Até o momento, os nomes dos pré-candidatos são:

Fernando Krelling (MDB)

Fernando Krelling

O MDB é um partido muito forte na cidade, já que venceu quatro das últimas seis eleições em Joinville.

Graças a uma carreira de ascensão meteórica, o nome mais cotado pelo partido até aqui para disputar a eleição é o do deputado estadual Fernando Krelling.

Carlito Merss (PT)

Carlito

Dentre os vários nomes ventilados pelo PT, o principal nome até aqui para a disputa da prefeitura de Joinville é o do ex-prefeito Carlito Merss, que venceu a disputa em 2008.

Rodrigo Bornholdt (PDT)

Rodrigo

O advogado Rodrigo Bornholdt, que já concorreu duas vezes à prefeitura de Joinville, surge como grande nome do PDT para tentar a eleição mais uma vez.

Rodrigo se tornou uma forte liderança da legenda nos últimos anos, e por isso, tornou-se um candidato natural.

Dalmo Claro de Oliveira (PSDB)

No PSDB vem surgindo o nome de Dalmo Claro de Oliveira, que já foi secretário estadual de saúde e deputado estadual.

O próprio Dalmo já manifestou interesse em concorrer ao pleito.

Tufi Michreff Neto (Podemos)

Tufi

O Podemos está conversando com Tufi Michreff Neto, que deve concorrer à prefeitura pelo partido.

Ele já foi presidente da Conurb e ocupou cargos do governo estadual nos governos do PMDB.

Tânia Eberhardt (MDB)

Tania

Um nome certo na disputa deve ser o da ex-vereadora Tânia Eberhardt, que saiu do MDB (onde construiu toda sua carreira política) para o Cidadania justamente para concorrer à prefeitura.

O PSOL ainda discute os nomes dos possíveis candidatos. Entre eles estão o do ex-vereador Adilson Mariano, que atualmente é o presidente da legenda, e o atual secretário de formação do partido, Guilherme Luiz Weiler, muito conhecido por sua atuação nos movimentos sociais da cidade.

O PSB, que vem crescendo bastante na região, tem dois nomes fortes na disputa: os nomes mais discutidos até aqui são os do deputado federal Rodrigo Coelho e do vereador e empresário Ninfo König. Ambos ainda não se pronunciaram sobre o assunto.

Adilson Mariano (PSOL)

Adilson Mariano

Adilson Mariano é natural de Ituporanga, mas criou-se em Joinville. O candidato filiado pelo PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) é formado em história e professor na rede estadual de educação, tendo as principais pautas ligadas a defesa da educação e acesso a informação.

No seu histórico político foi vereador de Joinville entre 2011 a 2016, por quatro mandatos. Em 2018, concorreu à vaga de deputado federal.

Adriano Broneschein Silva (NOVO)

Adriano

Adriano Silva é jornalista e já esteve na bancada do Jornal do Almoço no papel de vice. Além disso, também é presidente da empresa Catarinense Pharma e atua como socorrista voluntário do corpo de bombeiros de Joinviile. Entre suas principais causas está na segurança e defesa de atendimentos emergenciais no Brasil. Até a sua candidatura não tem histórico de atuação na política, mas sim em instituições do terceiro setor, sobretudo na ONG FEE.

Anelísio Machado (Avante)

Anesílio

Anelísio Machado já confirmou a sua candidatura em 2020 pelo partido Avante, no qual se filiou recentemente, no fim de 2019. O empresário é fundador da faculdade de Tecnologia Assessoritec e já foi candidato a Deputado Estadual pelo PSD, mas sem vitória.

Belini Meurer (PDT)

Velini Meurer

Belini Meurer é formado em filosofia, ciências e letras pela Universidade da Região de Joinville e atua como professor universitário. Na política já ocupou o cargo de vereador de Joinville em 2009 e em 2010 assumiu temporariamente o cargo de senador da república devido à saída de Ideli Salvaratti para a disputa de governador de Santa Catarina.

Francesc Boehm (PP)

Francesc Bohem

Francesc Boehm é engenheiro mecânico, advogado e empresário. O nome foi cotado pelo PP para iniciar a vida política deste que já é filiado há anos no partido.

Ivandro de Souza (podemos)

Ivandor de SOuza

O Ivandro de Souza é empresário nascido em Brusque, mas criado em Joinville. Sua atuação é ativa na Convisa Construções, onde é fundador e presidente.

Francisco de Assis (PT)

Francisco

Francisco de Assis confirmou a candidatura pelo Partido dos Trabalhadores. O economista formado pela Univille. Além de presidente do partido com sede em Joinville também já foi deputado federal com legislatura entre 2011 a 2015.

Marco Aurélio Marcucci (PRB)

Marco Aurílio

Marcucci ainda não confirmou se vai ser candidato à prefeitura da cidade, mas é um nome forte no PRB. O advogado atua na área penal e já foi delegado na Delegacia de Proteção à Mulher de Jaraguá do Sul, de onde foi demitido em 2011, após ser condenado pelo crime de peculato – apropriação indevida de bens.

Levi Rioschi (DC)

Levi Rioschi

Levi Rioshi confirmou seu nome na disputa para Prefeitura de Joinville pelo partido Democracia Cristã. Ele que é formado em gestão pública já foi vereador entre 2013 a 2016 e presidente da Escola do Legislativo por dois anos.

Rodrigo Coelho (PSB)

Valério Coelho

Rodrigo Coelho ainda não confirmou o nome na disputa apesar de ter mostrado intenções de disputar a Prefeitura da cidade. A confirmação vai depender do Supremo decretar ou não pela sua saída do PSB, partido qual está de saída. Rodrigo já esteve em corridas de prefeitura de Joinville em gestões passadas, sendo vice da gestão Udo Döhler.

Valério Quadras (Pros)

Valério Quadras

Valério Quadras é advogado e atual vereador da Câmara de Joinville eleito pelo PROS. O próximo passo na vida política, segundo ele, é se candidatar a prefeito da cidade.

Quais são as funções de um prefeito?

O prefeito é o chefe do poder executivo de um município, sendo assim o cargo máximo na administração de uma cidade.

Prefeito e vice-prefeito são eleitos para um mandato de quatro anos, podendo concorrer a uma reeleição.

Entre suas principais funções, podemos destacar:

  • Arrecadar, administrar e aplicar os impostos, bem como obter convênios, benefícios e auxílios para a cidade,
  • Zelar pela manutenção do patrimônio histórico cultural do município,
  • Gerenciar o transporte público e a organização do trânsito,
  • Pavimentar ruas, preservar e construir espaços públicos,
  • Sancionar, vetar e apresentar projetos de lei à Câmara Municipal,
  • Zelar pelo meio ambiente, limpeza e saneamento básico da cidade.

Requisitos para ser candidato a prefeito

Todo cidadão brasileiro tem o direito de se candidatar ao cargo de prefeito, desde que atenda aos seguintes critérios:

  • Ter nacionalidade brasileira (brasileiro nato ou naturalizado),
  • Estar em pleno exercício dos direitos políticos,
  • Estar em dia com a Justiça Eleitoral,
  • Ter no mínimo 21 anos na data da posse,
  • Ser alfabetizado (saber ler e escrever),
  • Ter o domicílio eleitoral no município onde pretende se candidatar,
  • Estar filiado a um partido pelo menos seis meses antes da data fixada para as eleições.

Faça a sua aposta!

Deixe nos comentários a sua aposta de quem vai ser o novo prefeito de Joinville, ganhando as eleições de 2020.

Deixe seu Comentário

WebGo Content