Candidatos a Prefeito 2020 em Vitória – Possíveis nomes e mais informações

Como bem sabemos 2020 é ano de eleição, e em Vitória os primeiros anúncios de pré-candidaturas começaram no ano passado. Com o fim do mandato do prefeito Luciano Rezende (Cidadania), a lista de pré-candidatos para a capital capixaba tem mais de dez nomes.

O prefeito afirmou interesse em manter a aliança de seu partido com o PSB do governador Renato Casagrande, mas a princípio não deve ser o que vai acontecer, porque ambos os partidos anunciaram pré-candidatos e devem estar em lados opostos na eleição.

Mas o que faz um prefeito?

O prefeito é o chefe do Poder Executivo em seu município, responsável por administrar a cidade e comandar os serviços públicos.

Como autoridade máxima da cidade, cabe a ele a cobrança de impostos e demais taxas responsáveis por subsidiar a maior parte das obras e serviços voltados ao município.

Estão entre suas atribuições:

  • Organização da Guarda Municipal, prezando pela segurança pública da cidade;
  • Prezar por um transporte coletivo de qualidade, bem como o gerenciamento do sistema de trânsito e a pavimentação das ruas;
  • Gerenciar o sistema público de saúde e toda a estrutura e serviços referentes a ele;
  • Oferecer um ensino público infantil de qualidade nas escolas e creches municipais;
  • Prezar pela limpeza da cidade, dispondo de um sistema de saneamento básico de qualidade e zelando pelo meio ambiente;
  • Preservar e construir espaços públicos de lazer, como praças e parques;

Também cabe ao prefeito o poder de sancionar ou mesmo vetar leis aprovadas pelos vereadores através de votação na Câmara, bem como o de elaborar propostas ele mesmo.

Manter uma relação de diálogo com os vereadores é importante para o funcionamento do município, bem como com deputados e senadores, que são responsáveis pela distribuição de verbas fundamentais para a manutenção a saúde financeira da cidade.

Os recursos públicos devem ser administrados de forma a obedecer a Lei de Responsabilidade Fiscal e a lei orçamentária anual do município, proposta pelo executivo e votada na Câmara municipal.

Como se tornar prefeito?

Os candidatos a prefeito são escolhidos pelos seus respectivos partidos em convenções, mas para isso eles primeiro precisam estar filiados ao mesmo partido por no mínimo seis meses antes das eleições.

Além disso, o candidato também deve:

  • Ter pleno exercício dos direitos políticos;
  • Ter nacionalidade brasileira;
  • Ter mais de 21 anos até a data da posse;
  • Estar em dia com a Justiça Eleitoral;
  • Ser alfabetizado (saber ler e escrever);
  • Residir na cidade em que deseja se candidatar;

Vence a eleição o candidato que obter a maioria absoluta dos votos. Caso o município tenha mais de 200 mil eleitores, a decisão é levada ao segundo turno se nenhum candidato tiver mais de 50% dos votos no primeiro turno.

Pré-candidatos a Prefeito de Vitória

A lista é grande, mas começa com uma ausência: a do deputado estadual Amaro Neto (Republicanos), que foi derrotado por apenas 2% dos votos no segundo turno contra o prefeito Luciano Rezende em 2016 e estava fortemente cotado para voltar em 2020. Amaro, no entanto, mudou seu domicílio eleitoral para Serra e deve concorrer à prefeitura de lá.

Sérgio Sá (PSB)

Após longa disputa interna com o deputado estadual Sergio Majeski, o vice-prefeito Sérgio Sá foi o escolhido na prévia do PSB como candidato do partido para a prefeitura da capital. Além de vice-prefeito, Sá também acumulava a função de Secretário de Obras e Habitação até ser exonerado do cargo após confirmar sua pré-candidatura, o que indica que ele não deve ser o candidato da situação.

Nome completo: Sergio de Sá Freitas

Naturalidade: Vitoria – ES

Data de nascimento: 09/02/1977

Formação e/ou área de estudo: Engenheiro Civil

Fabrício Gandini (Cidadania)

Quem deve ser o candidato do prefeito Luciano Rezende é o deputado estadual Fabrício Gandini, que já teve sua pré-candidatura confirmada pelo partido. Gandini foi vereador de Vitória por três oportunidades, além de candidato a vice-governador na chapa de Renato Casagrande em 2014 e Secretario Municipal de Gestão, Planejamento e Comunicação entre 2017 e 2018.

Nome completo: Fabrício Gandini Aquino

Naturalidade: Vitória – ES

Data de nascimento: 06/01/1980

Formação e/ou área de estudo: Direito e Gestão Pública

João Coser (PT)

Até março, no PT estava tudo encaminhado para a candidatura da presidente estadual do partido Jackeline Rocha. Mas tudo mudou quando o ex-prefeito João Coser anunciou o interesse na disputa e afirmou que seu nome deve ser confirmado pelo partido em breve. Coser foi prefeito da capital por duas oportunidades, além de deputado estadual e federal.

Nome completo: João Carlos Coser

Naturalidade: Santa Teresa – ES

Data de nascimento: 13/03/56

Formação e/ou área de estudo: Direito

Delegado Lorenzo Pazolini (Republicanos)

O deputado estadual estava sem partido até o início de abril, quando chegou ao Republicanos para concorrer à prefeitura. Pazolini é delegado de Polícia e está em seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa.

Nome completo: Lorenzo Silva de Pazolini

Naturalidade: Vitória – ES

Data de Nascimento: 20/05/1982

Formação e/ou área de estudo: Direito

Roberto Martins (Rede)

O vereador chegou recentemente à Rede Sustentabilidade para ser o pré-candidato do partido. Professor há quase 30 anos, Martins também é advogado e está em seu primeiro mandato como vereador. É autor do livro “Democracia em Transição: reforma política a luz da filosofia da práxis”.

Nome completo: Roberto Martins de Oliveira

Naturalidade: Manaus – AM

Data de nascimento: 06/09/1967

Formação e/ou área de estudo: História e Direito

Capitão Assumção (Patriota)

O deputado estadual chegou ao Patriota após ser expulso do PSL, e logo assumiu o posto de pré-candidato do partido. Em setembro do ano passado, Assumção foi condenado pela Justiça a cinco anos de prisão pela greve da PM no estado.

Nome completo: Lucinio Castelo de Assumção

Naturalidade: Ecoporanga – ES

Data de Nascimento: 12/04/1963

Formação e/ou área de estudo: Militar

Cleber Felix (DEM)

Opositor do atual prefeito, o presidente da Câmara de Vitória confirmou em dezembro a candidatura à Prefeitura de Vitória e a transferência para o DEM. Clebinho, como é conhecido, está em seu primeiro mandato como vereador.

Nome completo: Cleber José Félix

Naturalidade: Ibiraçú – ES

Data de nascimento: 26/08/1972

Formação e/ou área de estudo: Não consta

Coronel Nylton Rodrigues (Novo)

O coronel foi aprovado no processo seletivo do Novo para a prefeitura de Vitória em janeiro. Rodrigues foi Secretário Estadual de Segurança Pública e Comandante Geral da Polícia Militar do Espírito Santo.

Nome completo: Nylton Rodrigues Ribeiro Filho

Naturalidade: Vitória – ES

Data de nascimento: 01/03/1970

Formação e/ou área de estudo: Militar

Mazinho dos Anjos (PSD)

Mazinho está em seu primeiro mandato como vereador e teve sua pré-candidatura confirmada pelo partido ainda em 2019. O mandato de Mazinho na Câmara tem sido de oposição ao prefeito e voltado principalmente ao empreendedorismo.

Nome completo: Edmar Lorencini dos Anjos

Naturalidade: Vitória – ES

Data de nascimento: 18/09/1981

Formação e/ou área de estudo: Direito

 Apesar de grande, a lista ainda conta com outros nomes apontados: Guto Gomes (DC), a vereadora Neuzinha (PSDB), Mauro Ribeiro ou Leonardo Melo (PCB), o jornalista e ex-vereador Namy Chequer (PCdoB), André Moreira (PSOL), que ainda não manifestou intenção de candidatura, e o ex-prefeito Luiz Paulo Vellozo Lucas, que retornou ao PSDB mas ainda precisa resolver pendência judicial por conta da Lei da Ficha Limpa.

Data das Eleições 2020

O primeiro e o segundo turno das eleições 2020 seguem com as datas confirmadas pelo Tribunal Superior Eleitoral mesmo com a pandemia do Covid-19:

  • 1º Turno – 04/10/2020 (domingo),
  • 2º Turno – 25/10/2020 (domingo).

Vale lembrar que o segundo turno só acontece em municípios com mais de 200 mil eleitores, e se nenhum candidato conseguir a maioria absoluta dos votos no primeiro turno.

Como Votar nas eleições 2020

Para votar nas eleições municipais 2020, você deve comparecer à sua zona eleitoral portando o título de eleitor e documento com foto para apresentar ao mesário.

Na urna, digite os números correspondentes às suas escolhas de candidatos a vereador e prefeito. O botão verde confirma seu voto, e o laranja dá a opção de corrigir.

Se não escolher nenhum candidato, é possível não votar em ninguém apertando a tecla “Branco”, ou anulando o voto digitando um número inválido.

Felipe Matozo

Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Internacional Uninter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content